-->

dezembro 20, 2016

Filmerama #1




      Oi oi gente, e ai?

      Pega a pipoca caramelizada com acréscimo de cobertura de chocolate, um pouquim de sorvete com oreo quebrado dentro e uma colher de nutella porque se tem uma coisa que eu tenho abuso é de perder tempo na tela da Netflix e hoje eu vou indicar 4 filmes que não me arrependi de ter assistido.  

       Na maioria das vezes passo horas e horas só lendo as sinopses que no final nunca me interessam muito então desenvolvi uma tática (veish) para poder aumentar meu acervo de filmes assistidos. 
       
      São duas dicas simples
  • É baseado em fatos reais? Sim? Ok, vou assistir.
  • O ator principal é lindo-maravilhoso? Sim? Ok, vou assistir.
      
       O bom é que tem pra todos os gostos. Saca só.


 

       Bora lá, então... falando em baseado em fatos reais o 23 Blaster é uma das minhas indicações de hoje. Conta a história de dois jogadores de futebol americano e a dificuldade que um deles passou depois que ficou cego. Os atores são gatíssimos ai quando mostra o da vida real você toma um choque de realidade mas tudo bem. Ele superou o desafio e, como disse meu antigo professor em uma foto minha: O que importa é ter saúde. vlw.

       Via muito minhas priminhas falando sobre esse Coraline, e juro, não pensei que eu fosse ficar com medo desse filme capetônico. Sério, para mim foi nível Annabelle (e olha que eu não assisti nem o trailer de Annabelle imagine o filme), quando os personagens aparecem com botões no lugar dos olhos e a outra mãe da Coraline pergunta "Minha filha, posso tirar seus olhos e pregar os botões? :) Linda." - Tá, não foi com essas palavras, mas o sentido é o mesmo. Enfim, o final tem uma mensagem muito forte de utilidade pública para qualquer idade.
 
 

        O número #3 também é um filme baseado em fatos reais porque é um dos meus tipos PRE-FE-RI-DOS da vida. Fala sobre um garoto pobre que conseguiu vencer na vida e se tornou o neurocirurgião mais influente na história dos EUA  que você respeita. Gosto muito de coisas ligadas à medicina, acho que é pelo fato de eu ser frustrada por não querer estudar muito para entrar no curso. Mas é isso ai, bola pra frente. 

        Barefoot, que significa descalço e a tradução que todo mundo ama do Brasil botou para "O seu jeito de andar" foi um dos filmes que eu mais chorei assistindo. Então, se você está de TPM, investe nesse que dá certo. A história é tão linda quando o protagonista. Fala sobre uma moça que foi internada em um hospital mental por ter supostamente matado a mãe e o cara é um moço lindo e charmoso (Yes, I do.) de família rica que foi tentar provar para os pais que consegue se virar sozinho, ai ele trabalha nos serviços gerais do hospital mental e o final você tem que assistir. 


       Então é isso gente. Se alguém assistir um desses filmes e não gostar... assista de novo até decorar as falas porque isso NÃO É POSSÍVEL! kkk, tô brincando. Mas me enviem no privado - não vou pedir para deixarem nos comentários porque é vácuo na certa -  qual o filme top da semana?

xoxo